Go to ...

Jornal Liberdade

Últimas notícias do Brasil e do mundo

RSS Feed

NOTÍCIAS DE ÚLTIMA HORA

dezembro 15, 2019

© Reprodução

Cirurgia de Bolsonaro para correção de hérnia termina após 5 horas


A cirurgia do presidente Jair Bolsonaro (PSL) para a correção de uma hérnia incisional terminou por volta das 12h40 de hoje. Realizado no Hospital Vila Nova Star, em São Paulo, o procedimento durou cerca de cinco horas. A cirurgia começou por volta das 7h35 no hospital de alto padrão na zona sul da capital paulista. Agora, o presidente deverá passar mais uma hora de repouso pós-operatório. Foi aplicada anestesia geral para o procedimento.

A expectativa é de que o presidente tenha alta e volte para Brasília ainda nesta semana sob ordem de repouso. O general Hamilton Mourão (PRTB) assume a presidência por cinco dias, mas o prazo depende da recuperação de Bolsonaro. Uma das possibilidades é de que ele despache do hospital.

O objetivo da operação era corrigir uma hérnia decorrente de sucessivos procedimentos invasivos na região abdominal. Considerada de média complexidade, a cirurgia já era esperada pela equipe médica.

O procedimento foi comandado por Macedo, cirurgião responsável pelas duas operações anteriores do presidente, para instalação e remoção da bolsa de colostomia, que ele usou após a facada, no dia 6 de setembro do ano passado, durante um ato de campanha eleitoral em Juiz de Fora (MG).

Bolsonaro está internado desde as 20h da noite de sábado (7/9), acompanhado do filho Carlos (PSC), vereador pelo Rio de Janeiro, e da primeira-dama Michelle, que dormiram na unidade.

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho mais novo do presidente, chegou pouco antes das 7h para acompanhar a operação, enquanto Flávio (PSL), senador pelo Rio de Janeiro, chegou ao local às 9h45, quando o procedimento já havia começado.

As informações são do UOL.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais posts de Saúde

E-mail: Jornal Liberdade,