Go to ...

Jornal Liberdade

Últimas notícias do Brasil e do mundo

RSS Feed

junho 22, 2021

© Wallace Martins

Pazuello sobre situação da pandemia: ‘Não sou o único responsável’


O ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello declarou durante o segundo dia de depoimentos à CPI da Covid que não foi o único responsável pelo avanço da pandemia no Brasil. De acordo com o general do Exército, caso ele tivesse sido acionado antes para evitar o colapso do sistema de saúde em Manaus no começo deste ano ele teria agido antes, mas que só poderia agir quando fosse solicitado. 

Anúncios

“Todos os gestores em todos os níveis são responsáveis, cada um no seu nível de responsabilidade.” declarou o ex-ministro da saúde, Eduardo Pazuello. 

Mais cedo, o ex-ministro disse que a culpa da falta de insumos do Amazonas é do governador Wilson Lima (PSC). Ao ser questionado pelo senador Eduardo Braga (MDB-AM) sobre o motivo de a intervenção não ter sido feita, Pazuello disse que não era dele a decisão como ministro, após reunião com Bolsonaro, outros colegas de Esplanada e o governador. 

“Essa decisão não era minha. Ela foi levada ao conselho de ministros. O governador se apresentou ao conselho de ministros e se justificou. E foi decidido, nesse conselho, que não haveria.”

O general do Exército evitou opinar sobre quais seriam as responsabilidades do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) diante da maior crise sanitária enfrentada pelo país. Pazuello também evitou fazer comentários sobre a defesa que o presidente faz sobre o uso da cloroquina, medicamento sem eficácia comprovada que tem sido recomendado para combater os sintomas da covid-19. 

“Não acompanhei todos os vídeos do presidente. Mas eu não concordo. Eu não comprei 1g de hidroxicloroquina, não incentivei”, disse Eduardo Pazuello, ex-ministro da Saúde.

Informações Estadão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Mais posts de Política

E-mail: Jornal Liberdade,