Go to ...

Jornal Liberdade

Últimas notícias do Brasil e do mundo

RSS Feed

NOTÍCIAS DE ÚLTIMA HORA

Câmbio: Dólar R$ 3,75/ Euro R$ 4,21

julho 18, 2019

© Reprodução/TV Mirante

MPF vai investigar candidata suspeita de ser laranja nas eleições de 2018 no Maranhão


O Ministério Público Federal (MPF) vai investigar o caso da candidata a deputada estadual no Maranhão Marisa Regina Duarte Teixeira, que é suspeita de ter sido usada como laranja do Partido Republicano Brasileiro (PRB) para receber dinheiro público do fundo partidário destinado a campanha de 2018.

Para o Ministério Público Eleitoral (MPE), há suspeitas de irregularidades na candidatura de Marisa Regina, que usou o nome ‘Marisa Rosas’ na campanha. Um levantamento feito pela Rede Globo, com base na prestação de contas de candidatos, apontou que ela pode ter sido usada como laranja pelo PRB.

A candidata gastou R$ 585 mil na campanha e teve apenas 161 votos. Ela ainda mandou fazer 9 milhões de santinhos, que é maior que a população de 7 milhões de habitantes do Maranhão. Ao Jornal Nacional, Marisa Regina reconheceu o exagero na quantidade de santinhos.

“Se você está mensurando a quantidade do Maranhão, pode-se dizer. Mas na hora a gente não trabalha somando, é a mesma coisa do santinho”, disse Marisa.

Na Gráfica Bandeirantes, na cidade de Tuntum, a 305 km de São Luís, a candidata gastou R$ 460 mil. A gráfica pertence a um filiado do PRB e recebeu outros R$ 580 mil para confeccionar material de campanha para o deputado federal Cléber Verde, presidente do diretório estadual do PRB.

O MPE informou que quer ouvir as explicações de Marisa e também convocar o contador da campanha dela, além das empresas beneficiadas pelo dinheiro do fundo partidário.

“Essa quantidade de indícios indicam a possibilidade dela ser utilizada como candidata laranja. Daí a necessidade da instauração de um procedimento extrajudicial pelo Ministério Público Eleitoral e também a determinação de inquérito policial para a Polícia Federal apurar eventual prática de crimes”, declarou o procurador eleitoral do Maranhão, Juraci Guimarães.

O PRB e o deputado federal Cléber Verde informaram que estão à disposição da Justiça para prestar qualquer esclarecimento sobre o caso.

Da redação. Com informações do G1 de São Luis -MA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais posts de Política

E-mail: Jornal Liberdade,