© Getty Image

Eleições 2022: Moro define argentino como marqueteiro da pré-campanha


O pré-candidato do Podemos à Presidência, Sérgio Moro, escolheu o publicitário Pablo Nobel para comandar a equipe de marketing de sua campanha. Nobel começou a trabalhar com o ex-ministro da Justiça e ex-juiz da Lava Jato nesta segunda-feira, 31.

O publicitário integra a equipe da agência AM4, que trabalhou para a campanha do presidente Jair Bolsonaro (PL), em 2018. Nascido em Buenos Aires, ele vive no Brasil há 40 anos e é formado em Ciências Sociais pela Pontifícia Universidade Católica (PUC) de São Paulo.

De 2003 a 2017, Pablo Nobel trabalhou na OpenFilms, que produziu vídeos para o governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), e para as campanhas presidenciais de Aécio Neves (PSDB) e Geraldo Alckmin (sem partido). A produtora também trabalhou na campanha de Daniel Scioli a presidente da Argentina em 2015.

Antes da definição de Pablo Nobel, a pré-campanha de Moro recebia a colaboração de Fernando Vieira, marqueteiro do Podemos.

Líderes nas pesquisas, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e Bolsonaro ainda não bateram o martelo sobre os marqueteiros de suas campanhas, embora haja sondagens em curso. Lula, por exemplo, deve fechar com o publicitário Raul Rabelo. Já Ciro Gomes (PDT) definiu, desde o ano passado, que a função será exercida por João Santana. Ele trabalhou com Lula e também nas duas campanhas de Dilma Rousseff (PT).

As informações são do Estadão