Go to ...

Jornal Liberdade

Últimas notícias do Brasil e do mundo

RSS Feed

março 6, 2021

© Sérgio Lima/Poder360

Congresso pode analisar vetos ao pacote anticrime nessa semana


O Congresso pode analisar nesta semana os vetos presidenciais ao pacote anticrime, idealizado pelo ex-ministro da Justiça Sergio Moro e aprovado em 2019. Apesar de a sessão do Congresso estar marcada para na 4ª feira (19/08), ainda não há consenso sobre a derrubada ou manutenção da decisão de Jair Bolsonaro.

O veto é o 1º da pauta e, por conta do tempo que aguarda, está “trancando” as votações. Bolsonaro eliminou o trecho que determina audiência com juiz em no máximo 24 horas depois de uma pessoa ser presa já há prática similar, mas não é determinada por lei.

Há entre congressistas, entretanto, a tese de que o Planalto não se esforçaria tanto pela manutenção dos vetos. Isso porque uma eventual derrota, na avaliação do Executivo, recairia sobre Moro.

“O próprio governo não está fazendo nenhuma questão pois tem o entendimento que isto enfraquecera o moro”, disse ao Poder360 o líder do PSL no Senado, Major Olimpio (PSL-SP).

Está prevista uma reunião de líderes na 2ª feira (17/08) para que se chegue a 1 acordo sobre o que será votado 2 dias depois.

O ex-juiz saiu do governo acusando Bolsonaro de tentar interferir politicamente na Polícia Federal durante uma reunião ministerial. Desde então, perdeu o prestígio com Planalto.

Novo Tribunal

Na 5ª feira, a Câmara dos Deputados poderá votar o PL 5.919 de 2019, que cria o 6º Tribunal Regional Federal, em Minas Gerais. A matéria pode ir contra o discurso do presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que tem sido enfático na responsabilidade fiscal nas últimas semanas.

Ainda que não aumente despesas de forma imediata, será inevitável no futuro. O novo tribunal é desejo do presidente do STJ, João Otávio Noronha. O relator deve ser Fábio Ramalho (MDB-MG), 1 dos maiores entusiastas da proposta.

As informações são do Poder360.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Mais posts de Política

E-mail: Jornal Liberdade,