© Getty Images

Morre Luc Montagnier, cientistas que descobriu o vírus da Aids


O virologista francês Luc Montagnier, que venceu o prêmio Nobel da Medicina pelas descobertas sobre o HIV, responsável pela Aids, morreu na terça-feira, dia 8 de fevereiro, em Neuilly-sur-Seine, aos 89 anos.

Nascido a 18 de agosto de 1932 em Chabris, Indre, Luc Montagnier foi nomeado assistente na Faculdade de Ciências de Paris em 1955, entes de se dedicar à pesquisa dos vírus animais.

Em 1983, em conjunto com Jean-Claude Chermann e Françoise Barré-Sinoussi, descobriu o HIV. O trabalho dos três foi reconhecido mais tarde, em 2008, com o Prêmio Nobel da Medicina.

Desde que recebeu o Nobel, Luc Montagnier tem estado no centro de várias polêmicas, e publicou vários artigos que foram muito mal recebidos pela comunidade científica. Uma das mais recentes está relacionada com uma entrevista concedida ao site de saúde Porquoi Docteur durante a qual afirmou que o novo coronavírus foi concebido num laboratório do Instituto de Virologia em Wuhan por cientistas chineses, do qual terá saído de forma involuntária. 

O virologista disse mesmo que uma transmissão com origem num “mercado vivo” da cidade de Wuhan, epicentro da Covid-19, é uma “história da carochinha”.

As informações são do Notícias ao minuto