© Getty Image

Governadora de Nova York reclama de explosão na conta de energia


Após uma enxurrada de queixas de consumidores, o governo de Nova York pediu à concessionária de energia local Con Edison que revise seus preços.

Dezenas de nova-iorquinos têm reclamado do reajuste da conta do mês de janeiro, que, segundo relatos, chegou a dobrar e até triplicar de valor.

A governadora Kathy Hochul disse que os nova-iorquinos já estão sofrendo financeiramente devido à pandemia e a última coisa que precisam é de um salto na conta de serviços públicos.

A Con Edison culpa o aumento global dos custos de gás natural, maior parte da oferta local, e eletricidade, além da alta da demanda pelas temperaturas muito baixas.

O senador Michael Gianaris, pressionado pelos eleitores, escreveu uma carta à Comissão de Serviço Público do Estado de Nova York pedindo investigação, depois de receber centenas de ligações.

A preocupação sobre o mercado de óleo e gás natural cresce com a escalada da tensão entre Rússia e Ucrânia, porque um cenário extremo de interrupção do comércio euro-russo de combustíveis poderia levar os EUA a se posicionar para ajudar no fornecimento.

As informações são do Folhapress