© Getty

Will Smith diz ter a sensação de que decepcionou todas as mulheres até hoje


O ator Will Smith, 53, revela em entrevista à Oprah Winfrey que tem o sentimento de que decepcionou todas as mulheres com as quais se relacionou até hoje.

Anúncios
Booking.com

Em determinado momento da entrevista, já no ar pela Apple TV+ a partir desta sexta (5), o astro de Hollywood promete abrir o jogo sobre muitos assuntos. “Eu quero contar a verdade. Eu quero que as pessoas saibam disso”, inicia.

“Eu tenho carregado por toda a minha vida o sentimento de que falhei com toda mulher que eu tive contato”, emenda.

Pouco tempo antes de o ator fazer sucesso com a série “Um Maluco no Pedaço”, o governo tomou o seu carro, sua casa e ele ainda foi preso. Segundo Smith, que lançará um livro no próximo dia 9, ele chegou ao fundo do poço após uma briga em uma estação de rádio.

“O dinheiro se foi, o carro se foi. Eu estou deitado no chão de uma cela e penso: ‘você deve estar brincando comigo. Ganhei um Grammy há oito meses. Tipo, o que está acontecendo?’ E é apenas a espiral quando começa a ir para o outro lado. Às vezes você só tem que sair do caminho e esperar até que a espiral descendente pare”, conta.

O ano tem sido agitado para Smith. Em uma das revelações mais fortes antecipadas de seu livro pela revista People, Will disse que cogitou matar o próprio pai, Willard, após presenciar violência doméstica contra a mãe, Caroline.

“Quando eu tinha nove anos, vi meu pai socar minha mãe na lateral da cabeça com tanta força que ela desmaiou. Eu a vi cuspir sangue. Aquele momento, naquele quarto, provavelmente mais do que qualquer outro momento da minha vida, definiu quem eu sou”, disse.

“Uma noite, enquanto eu delicadamente o empurrava de seu quarto em direção ao banheiro, uma escuridão surgiu dentro de mim. Quando criança, eu sempre disse a mim mesmo que um dia vingaria minha mãe. Que quando eu fosse grande o suficiente, quando eu fosse forte o suficiente, quando eu não fosse mais um covarde, eu iria matá-lo”, disparou.

Recentemente, a atriz e empresária Jada Pinkett Smith, 50, mulher do ator, revelou detalhes de sua vida sexual com o marido em episódio de seu programa “Red Table Table”, que contou com participação especial de Gwyneth Paltrow.

Nele, conta que ao longo dos anos tem conversado com o parceiro sobre a jornada juntos e que muitas vezes há uma dificuldade em manter uma vida sexual intensa. Ambos são casados desde 1997 e são pais de Jaden, 23, e Willow, 20.

“É difícil”, começou ela sobre sua rotina sexual. “Nós começamos isso tudo muito novos, com 22 anos. Acho que você espera que o seu parceiro saiba [o que você quer], especialmente quando diz respeito a sexo. É tipo, ‘bem, se você me ama, você deveria saber, deveria ler a minha mente’. E isso é uma imensa cilada”, afirmou.

Para ela, ambos os lados precisam tomar iniciativas. “Eu tento para valer. É desconfortável, mas é profundamente saudável. Principalmente em relação a sexo, porque é algo sobre o que não conversamos tanto assim e envolve muita fantasia.”

Recentemente, Smith confirmou que seu casamento com Jada Pinkett deixou de ser monogâmico e que, atualmente, o casal vive um relacionamento aberto.

Com informações do Folhapress.