© Google

Maria Lina, ex de Whindersson Nunes, é processada por calote em faculdade


A influenciadora digital Maria Lina Deggan, 23, está sendo processada por dever mais de R$ 6.000 a Fundação Universidade Regional de Blumenau (FURB), faculdade em que ela está matriculada no curso de engenharia civil.

O processo corre na 1ª Vara da Fazenda do Tribunal de Justiça de Santa Catarina, e o valor da causa já ultrapassa R$ 13 mil. Maria Lina havia se matriculado na instituição de ensino em julho de 2017, mas só passou a frequentar as aulas em 2018, deixando de pagar as mensalidades de agosto a dezembro do ano anterior.

Segundo o processo, que a Folha de S. Paulo teve acesso, a influenciadora havia se comprometido a pagar a dívida em 2017, no valor de R$ 4.388, que seria dividido em três parcelas. Com a inadimplência, o saldo atualizado agora está em R$ 6.700.

Recentemente, ela esteve viajando para o Egito com o ex-noivo, o humorista Whindersson Nunes, 27. Na época, o influenciador desabafou após ser filmado com Maria Lina. O vídeo circulou nas redes sociais contra a vontade do ex-casal, que afirmou que o momento seria uma viagem íntima dos dois, no mês em que se completa um ano da morte de seu filho, João Miguel, que nasceu prematuro.

“Um ano que perdemos nosso neném no último dia 31. Duas pessoas adultas tentam curar suas dores como se sentem melhor… Pensamos: ‘por que não conhecer um lugar e cultura que nunca vimos de perto? Talvez passe um pouco para os dois a saudade que nunca vamos poder desfazer'”, disse Whindersson em seu Twitter.

As informações são do Folhapress