© Reprodução

Cristiana Lôbo, jornalista de política, morre de câncer aos 64 anos em SP


Morreu, nesta quinta-feira (11), a jornalista e colunista de política Cristiana Lôbo. Ela foi vítima de um mieloma múltiplo, do qual se tratava havia alguns anos, agravado por uma pneumonia contraída nos últimos dias. Cristiana tinha 63 anos e estava internada no hospital Albert Einstein, em São Paulo.

Contratada pelo jornal “O Globo”, foi setorista do Ministério da Saúde época em que viu ser criada a carteira de vacinação. Acompanhou de perto também as decisões do Ministério da Educação. Ainda no “Globo”, trabalhou na coluna Panorama Político.

Após de 13 anos no jornal, assumiu a coluna política do jornal o “Estado de S. Paulo”. A estreia na televisão foi na GloboNews, em março de 1997.

Naquele mês, passou a integrar o time de comentaristas do Jornal das Dez analisando os principais fatos da política e os bastidores do poder. E marcou presença nos telejornais da casa. Comandou também o programa Fatos e Versões e a coluna os bastidores da política, no g1.

Mieloma

O mieloma múltiplo é o câncer de um tipo de células da medula óssea chamadas de plasmócitos, responsáveis pela produção de anticorpos que combatem vírus e bactérias.

No mieloma múltiplo, os plasmócitos são anormais e se multiplicam rapidamente, comprometendo a produção das outras células do sangue.

Com informações do MN.