Go to ...

Jornal Liberdade

Últimas notícias do Brasil e do mundo

RSS Feed

junho 11, 2021

© Vasco visita o Santos e tenta se recuperar no Brasileiro

STJD rejeita pedido do Vasco para impugnar jogo com o Inter; clube vai recorrer


O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) indeferiu nesta quinta-feira o pedido do Vasco para anular o jogo contra o Internacional, pela 36.ª rodada do Campeonato Brasileiro, em que o time perdeu por 2 a 0, em São Januário. A equipe carioca alegava erro de direito na validação do primeiro gol do clube gaúcho.

A reclamação do Vasco é que o VAR não funcionou para revisar o gol marcado por Rodrigo Dourado. O clube carioca defende que o meio-campista do Inter estava impedido, o que não pôde ser verificado com o recurso do vídeo.

O presidente do STJD, Otávio Noronha, defendeu que não houve erro de direito, como alegava o Vasco, na decisão da arbitragem de validar o gol. Além disso, destacou que a decisão foi unânime. E mandou arquivar o caso.

“E se assim o é, mesmo se erro houvesse o que não está a se afirmar seria, certamente, de fato, e não de direito, o que impede, certamente, o recebimento deste procedimento de Impugnação de Partida”, afirmou Noronha. “Este STJD firmou, à unanimidade, o entendimento no sentido de que eventual equívoco na interpretação do chamado protocolo V.A.R., não enseja a anulação de partida”, acrescentou.

O Vasco vai recorrer da decisão. Em nota oficial, o clube lamentou o veredicto e citou os diálogos entre os árbitros, para defender o argumento de que a partida deveria ser impugnada pelo tribunal. Mas se não tiver êxito em sua nova iniciativa, estará rebaixado á Série B pela quarta vez na história. “Ciente de seus direitos, a diretoria informa que o Vasco recorrerá da decisão e não desistirá da busca por justiça”, comunicou o clube.

Com informações do Estadão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Mais posts de Esportes

E-mail: Jornal Liberdade,