Go to ...

Jornal Liberdade

Últimas notícias do Brasil e do mundo

RSS Feed

junho 24, 2021

© Reprodução

Repórter é aconselhado a deixar local onde ciganos foram executados no MA


A reportagem da Rede Meio Norte visitou o local onde ocorreu uma chacina após briga entre ciganos no centro do município de Coelho Neto, no Maranhão (138 km de Teresina). O clima na cidade é de muita tensão. Um vídeo com novas ameaças viralizou nas redes sociais e a população tem evitado sair de casa.

O repórter Kilson Dione esteve na cidade e foi orientado a deixar o local onde os ciganos dominam. “A cidade está fazendo muito medo a gente andar. Hoje eu sai, mas vim morrendo de medo porque a gente sai de casa e não sabe se vai voltar. Estamos vivendo em pânico e é melhor você ir logo embora daqui”, declarou uma moradora para o repórter.

No vídeo que circula na internet, uma mulher aparece com várias armas ameaçando rivais de morte.

A reportagem da Rede Meio Norte visitou o local onde ocorreu uma chacina após briga entre ciganos no centro do município de Coelho Neto, no Maranhão (138 km de Teresina). O clima na cidade é de muita tensão. Um vídeo com novas ameaças viralizou nas redes sociais e a população tem evitado sair de casa.

O repórter Kilson Dione esteve na cidade e foi orientado a deixar o local onde os ciganos dominam. “A cidade está fazendo muito medo a gente andar. Hoje eu sai, mas vim morrendo de medo porque a gente sai de casa e não sabe se vai voltar. Estamos vivendo em pânico e é melhor você ir logo embora daqui”, declarou uma moradora para o repórter.

No vídeo que circula na internet, uma mulher aparece com várias armas ameaçando rivais de morte.

O caso

Uma briga entre ciganos, registrada no domingo 9 de junho na cidade de Coelho Neto (MA), terminou com 4 homens mortos e 5 pessoas feridas, entre elas uma criança. O confronto entre os ciganos rivais aconteceu nas proximidades do Mercado Público Municipal, em horário de grande fluxo de clientes e feirantes.

Segundo populares, os crimes podem ter sido motivados por acerto de contas. Um grupo teria chegado de carro já atirando à queima-roupa e as vítimas passaram a revidar; todos eram ciganos de Coelho Neto e localidades vizinhas.

Do grupo que chegou atirando, um suspeito morreu.

As informações são do G1.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Mais posts de Esportes

E-mail: Jornal Liberdade,