Go to ...

Jornal Liberdade

Últimas notícias do Brasil e do mundo

RSS Feed

NOTÍCIAS DE ÚLTIMA HORA

CÂMBIO: Dólar Comercial R$ 5,52 / Euro R$ 6,44

setembro 25, 2020

© DR

Pacote de Trump prevê liberação de US$ 200 bi para socorrer empresas


O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, informou na noite de quarta-feira (11/03) que o governo americano vai adotar um pacote de medidas para tentar conter o avanço do coronavírus no país e reduzir os eventuais impactos econômicos.

Em transmissão ao vivo, anunciou a suspensão de todas as viagens entre países europeus e os Estados Unidos. A interrupção ficaria em vigor pelos próximos 30 dias. O cancelamento passará a valer a partir de sexta-feira (13/03).

Segundo o Departamento de Segurança Interna dos Estados Unidos, a restrição valeria apenas para estrangeiros que estiveram em países afetados da Europa em até 14 dias antes de sua chegada programada nos Estados Unidos.

“Estamos discutindo outras restrições em relação a tudo que vem da Europa para os Estados Unidos”, disse. Destacou, porém, que as restrições não se impõem ao Reino Unido.

Logo após o pronunciamento, Trump publicou em sua conta no Twitter que o trânsito de cargas não será afetado.

Trump afirmou que as medidas são “fortes, mas necessárias” para reduzir as ameaças e o contágio do coronavírus.

Além disso, Trump disse que vai injetar US$ 200 bilhões (R$ 944 bilhões) na economia por meio de uma revisão de impostos e a liberação de empréstimos, especialmente para pequenas e médias empresas que venham a ser afetadas pelo vírus.

Segundo Trump, a SBA (Small Business Administration, agência governamental semelhante ao Sebrae no Brasil) vai atuar para garantir recursos às empresas. SBA vai ainda oferecer empréstimos com juros baixos para estados e territórios. Trump disse que espera apoio do Congresso para que aumente o financiamento desse programa em US$ 50 bilhões (R$ 236 bilhões).

“Estou instruindo o departamento do Tesouro a adiar os pagamentos desnecessários e penalidades para empresas que sejam impactadas pelo vírus”, afirmou.

Trump também recomendou que a concessão de empréstimos seja facilitada e que as taxas de juros sejam menores para que essas companhias possam ter o capital necessário para suportar possíveis impactos econômicos do novo vírus.

“Isso não é uma crise financeira. Nossas instituições são extremamente fortes e temos recursos suficientes para lutar contra qualquer ameaça que venha em nossa direção. Vamos superar [este episódio] como uma nação”, disse.

Após o discurso, Bolsas da Ásia abriram com fortes quedas, enquanto índices futuros da Bolsa de Nova York caem 3,5%.

Na Ásia, por volta de 23h30, a Bolsa de Tóquio cai 5,3%, enquanto Hong Kong apresenta queda de 3,8%. O índice CSI 300 que reúne as bolsas de Xangai e Shenzhen recua 2%.

Entre os índices futuros, o Stoxxx 50 cai 7,5%, a bolsa de Frankfurt recua 6,8%. Nos EUA, os futuros da Bolsa de Nova York apontam retração de 4%.

As informações são do Folhapress.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais posts de Economia

E-mail: Jornal Liberdade,