Go to ...

Jornal Liberdade

Últimas notícias do Brasil e do mundo

RSS Feed

NOTÍCIAS DE ÚLTIMA HORA

Câmbio: Dólar R$ 4,08 / Euro R$ 4,52

setembro 15, 2019

© Reprodução

Concurso Exército: inscrições abertas para oficiais e capelães


Com 23 vagas, concurso Exército tem oportunidades para profissionais com formação em administração, comunicação social, direito, informática, enfermagem, teologia, entre outras áreas

Estão abertas as inscrições do concurso Exército para admissão aos cursos de formação de oficiais do quadro complementar e de capelães. Ao todo, serão preenchidas 23 vagas. 

Para o quadro complementar, há chances nas áreas de administração (3), ciências contábeis (3), comunicação social (2), direito (3), informática (3), magistério – matemática (1), magistério – português (1), enfermagem (2) e veterinária (2).

Dentre as oportunidades para capelão, duas são para padre católico e uma para pastor evangélico.

As inscrições para o concurso Exército ficam abertas até 2 de agosto, devendo ser efetuadas pelo site www.esfcex.eb.mil.br. O valor da taxa de participação é de R$ 120.

Concurso Exército: quem pode concorrer como oficial e capelão

Todas as vagas são destinadas a profissionais com curso superior. Os demais requisitos para participação incluem:

  • altura mínima de 1,55m (mulheres) e 1,60m (homens);
  • idade até 36 anos (para oficiais);
  • idade entre 30 e 40 anos (para capelães).

Concurso Exército: o que cai na prova

Marcado para 15 de setembro, o exame intelectual do concurso Exército ocorrerá no Distrito Federal e em todos os Estados do país, exceto Goiás. A avaliação terá a seguinte estrutura:

  • 70 questões para oficiais (abordando língua portuguesa, história do Brasil, geografia do Brasil e conhecimentos específicos);
  • 40 perguntas objetivas e uma discursiva para capelães (versando sobre língua portuguesa e conhecimentos específicos).

Nas fases seguintes, os candidatos passarão por verificação documental, análise de títulos (apenas para capelães), inspeção de saúde, exame de aptidão física e avaliação psicológica, entre dezembro deste ano e março de 2020.

Concurso Exército: situação após a incorporação

Os aprovados para o quadro complementar realizarão curso de formação com duração de 37 semanas, na Escola de Formação Complementar do Exército (EsFCEx), em Salvador/BA, exceto os profissionais da área da saúde, cuja preparação ocorrerá na Escola de Saúde do Exército (EsSEx), no Rio de Janeiro/RJ.

No caso dos capelães aprovados no concurso Exército, a formação envolverá atividades na EsFCEx, além da Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN), em Resende/RJ, da Escola de Sargentos das Armas (ESA), em Três Corações/MG, do Corpo de Tropa na Guarnição de Brasília/DF e em unidades da 6ª Região Militar, com abrangência na Bahia e Sergipe.

Após a formatura, os militares do quadro complementar serão nomeados ao posto de primeiro tenente, enquanto os capelães obterão a graduação de segundo tenente, com vencimentos de R$ 8.245 e 7.490, respectivamente, conforme a tabela de salários de 2019 das Forças Armadas.

As informações são do Jornal de Brasília.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais posts de Concurso

E-mail: Jornal Liberdade,