Go to ...

Jornal Liberdade

Últimas notícias do Brasil e do mundo

RSS Feed

outubro 21, 2019

© Reprodução

Prazo para inscrições no processo seletivo do IFMA é prorrogado


Foram prorrogadas as inscrições para o processo seletivo que dá acesso aos cursos técnicos de nível médio em 2020 do Instituto Federal do Maranhão (IFMA). O prazo se estenderá até o dia 8 de outubro e o os boletos podem ser pagos até o dia 9. Estão sendo ofertados 41 cursos em um total de 6.450 vagas distribuídas em 27 municípios do estado.

As vagas serão destinadas para os campi de Açailândia, Alcântara, Araioses, Bacabal, Barra do Corda, Barreirinhas, Buriticupu, Carolina, Caxias, Codó, Coelho Neto, Grajaú, Imperatriz, Itapecuru Mirim, Pedreiras, Pinheiro, Porto Franco, Presidente Dutra, Rosário, Santa Inês, São João dos Patos, São José de Ribamar, São Luís-Centro Histórico, São Luís-Maracanã, São Luís-Monte Castelo, São Raimundo das Mangabeiras, Timon, Viana e Zé Doca.

Inscrições

As inscrições podem ser feitas no site do Instituto. O valor da inscrição do seletivo é de R$ 30,00 (trinta reais).

O IFMA oferece três formas de cursos técnicos:

  • Integrada – onde o aluno cursa o Ensino Médio junto com uma formação profissional no IFMA.
  • Concomitante – o estudante faz o curso técnico no IFMA e o Ensino Médio em outra instituição de ensino.
  • Subsequente – é para aqueles que já concluíram ou estão concluindo, em 2019, o Ensino Médio e pretendem obter uma formação profissional.

A prova terá 40 questões de múltipla escolha, sendo 20 de Língua Portuguesa e 20 de Matemática e será realizada no 01 de dezembro de 2019. O conteúdo programático está disponível no edital.

Sistema de cotas

Em cada curso, 50% das vagas serão destinadas aos candidatos egressos de escola pública. Dessas vagas, metade serão reservadas aos candidatos com renda familiar bruta igual ou inferior a um salário mínimo e meio per capita (R$ 1.497,00); e a outra metade será reservada aos candidatos com renda familiar bruta superior a um salário mínimo e meio per capita (R$ 1.497,00).

Das vagas de cada grupo, 77% delas serão reservadas para os que se declararem pretos, pardos e indígenas. A autodeclaração dos candidatos pretos e pardos será confirmada mediante procedimento de heteroidentificação, que é a confirmação, por meio de uma banca, de que a autodeclaração do candidato é verdadeira, para evitar fraudes.

O Instituto reserva também, em cada curso, 2,5% das vagas para os candidatos com deficiência.

As informações são do O imparcial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais posts de Brasil

E-mail: Jornal Liberdade,