© Pixabay

Polícia resgata menor grávida e mais 12 em condição análoga à escravidão


Uma adolescente grávida e outras 12 pessoas foram resgatadas em condição análoga à escravidão em uma plantação de cebola em Caçador, Santa Catarina.

De acordo com a Polícia Civil, o local estava insalubre, com apenas um banheiro, e pouca comida. Imagens divulgadas mostram que eles dormiam em beliches, e a geladeira estava suja e sem alimentos. O responsável por levar os trabalhadores à plantação foi preso em flagrante.

Os trabalhadores eram de vários estados, não só de Santa Catarina. Eles foram até a cidade de Caçador com a promessa de receber o salário por produção, além de ganhar comida e alojamento sem custos adicionais.

Na realidade, os trabalhadores eram obrigados a trabalhar 11 horas por dia, e pagar por alimento e moradia. Com isso, os ganhos eram metade do previsto.

O empresário responsável pela plantação e pela contratação dos trabalhadores não teve a identidade divulgada. A Polícia Civil afirma que ele está preso e que “os fatos foram comunicados à Justiça Federal”.

As informações são do Folhapress