Em novas imagens, que a Polícia Civil teve acesso, é possível ver como tudo começou. Assim que a pessoa percebeu a explosão provocada pelo fogo, fugiu.

Até o momento a Polícia Civil não sabe se o homicídio é culposo ou doloso. A possibilidade do homem ter tentado fazer uma fogueira e provocado a explosão ainda não foi completamente descartada.

Ainda de acordo com o delegado Glaucos, a polícia já tem pistas sobre o paradeiro do suspeito. Agora, o TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo) deve julgar o pedido de prisão temporária.

O corpo de Carlos saiu de São Paulo e o velório deve acontecer entre a noite desta terça-feira e manhã de quarta-feira (08/01), na cidade Nossa Senhora da Glória, em Sergipe.

As informações são do R7.