Go to ...

Jornal Liberdade

Últimas notícias do Brasil e do mundo

RSS Feed

NOTÍCIAS DE ÚLTIMA HORA

CÂMBIO: Dólar Comercial R$ 5,62 / Euro R$ 6,64

outubro 27, 2020

© Reprodução

Novo caça da Força Aérea faz 1º voo em território brasileiro


O novo caça Gripen da Força Área Brasileira (FAB) realizou o primeiro voo no espaço aéreo brasileiro. Na tarde da quinta-feira (24/09), ele decolou do aeroporto ministro Victor Konder, em Navegantes, no Litoral Norte de Santa Catarina, em direção ao Centro de Ensaios em Voo do Gripen, na planta da Embraer, em Gavião Peixoto (SP).

O Gripen é o primeiro F-39E das 36 unidades que tiveram a compra anunciada em 2013. A duração do primeiro voo foi de aproximadamente 1 hora. O caça pousou por volta das 15h30 em São Paulo, segundo a Força Aérea Brasileira.

“É uma grande oportunidade fazer esse primeiro voo e, sentir nas asas, o ar do Brasil”, disse Marcus Wandt, piloto de testes chefe em um vídeo divulgado pela Saab, empresa sueca responsável pela fabricação.

O caça chegou ao Brasil de navio no domingo (20/09) pelo porto de Navegantes, foi rebocado pelas ruas da cidade na madrugada de terça-feira (22/09), incluindo a BR-470, para poder ser levado do porto até o aeroporto, de onde decolou pouco depois das 14h desta quinta no voo de estreia no Brasil.

O caça ficou desde terça-feira sendo preparado para o voo, passando por verificações técnicas que incluíram testes de acionamento do motor e taxiamento em solo.

“Realizamos alguns testes para ter certeza de que o avião está pronto para voo. Depois de chegar em Gavião Peixoto, vamos programar os testes que serão feitos no Brasil e continuar voando”, disse o piloto-chefe da Saab.

Na quinta-feira, por volta das 12h, a aeronave estava em um hangar e só foi levada para a pista pouco depois das 13h, cerca de uma hora antes da decolagem.

A estreia foi acompanhada por um grupo restrito de pessoas que estava que pôde ficar na área externa do aeroporto.

Este é um dos aviões comprados no governo da ex-presidente Dilma Rousseff. O contrato com a empresa sueca assinado em 2014 prevê 36 aeronaves por US$ 4,5 bilhões.

As informações são do Central de Notícias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais posts de Brasil

E-mail: Jornal Liberdade,