Go to ...

Jornal Liberdade

Últimas notícias do Brasil e do mundo

RSS Feed

outubro 25, 2020

Reprodução/Twitter

Homens vestidos de “cavaleiros templários” invadem protesto feminista no Piauí


Um grupo de mulheres que organizou um protesto em Teresina (PI) contra o aumento dos casos de feminicídio e violência contra a mulher na região foi surpreendido com a presença de três pessoas vestidas de “cavaleiros templários” que mandaram as manifestantes “lavarem uma roupa”. O caso aconteceu no sábado (21/12).

O protesto, que se concentrou em frente à igreja São Benedito, foi inspirado na performance “Um estuprador no teu caminho”, criada pelo coletivo feminista chileno  LasTesis. Apenas em 2019, foram 47 casos de crimes contra mulheres no Piauí, sendo 27 feminicídios.

De repente, três homens identificados como “cavaleiros templários”, ordem militar cristã da Idade Média, invadiram a manifestação e disseram que não poderia ser realizado um ato feminista em frente à igreja. Eles mandaram as manifestantes “lavarem roupas”. A Polícia Militar interveio para impedir que o caso terminasse em confusão.

“A gente estava em um ato pacífico, quando esse grupo, que estava vestindo essa túnica preta com uma cruz branca desenhada na vestimenta, interrompeu nossa manifestação. Eles são estudantes da direita. Misóginos que vieram aqui para nos provocar, mandaram a gente ir para casa lavar roupas”, detalhou Fabíola de Azevedo, uma das organizadoras do ato, ao portal GP1.

Com informações do Diário Piauí e do GP1.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais posts de Brasil

E-mail: Joshua Silva,