Go to ...

Jornal Liberdade

Últimas notícias do Brasil e do mundo

RSS Feed

maio 12, 2021

Foto: Arquivo pessoal

Homem mata companheira a facadas e publica foto do corpo nas redes sociais, no DF


Uma mulher de 35 anos foi morta a facadas pelo companheiro na madrugada de quinta-feira (20/08), no Sol Nascente, região do Distrito Federal. Logo após o crime, o agressor ligou para um familiar da vítima, contou sobre o assassinato e chegou a postar uma foto do corpo nas redes sociais, segundo a Polícia Militar.

Anúncios
Booking.com

Em seguida, Izídio Neto Simões, de 34 anos, tentou tirar a própria vida. Ele foi encaminhado ao Hospital Regional de Taguatinga (HRT) com ferimentos de faca no peito, pescoço e barriga. A vítima, Sônia Maria Luz, morreu durante os ataques do companheiro, no sofá de casa, antes da chegada do socorro.

O crime ocorreu por volta de meia-noite, na chácara 101 do Sol Nascente, onde Sônia morava com Izídio. Segundo testemunhas, eles tinham acabado de chegar da casa dos sobrinhos, no P Sul, em Ceilândia, quando começaram a discutir.

Segundo familiares de Sônia, logo depois do crime, Izídio ligou para a irmã da companheira e “disse calmamente”, que a tinha matado e que, depois, iria se matar.

A PM encontrou o homem na sala, em um sofá próximo onde estava o corpo da companheira. O agressor ainda respirava e foi levado ao hospital pelo Corpo de Bombeiros, onde permanece sob custódia da polícia.

O crime foi registrado pela Polícia Civil como feminicídio. A Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam II), em Ceilândia, investiga o caso.

Relacionamento

De acordo com familiares, o casal morava junto há sete meses, com os dois filhos que Sônia tinha de outro relacionamento de 5 e 13 anos. O caçula estava na casa dos parentes que eles tinham acabado de visitar antes do crime. Já o mais velho, está com o pai fora do DF.

As informações são do G1.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Mais posts de Brasil

E-mail: Jornal Liberdade,