Go to ...

Jornal Liberdade

Últimas notícias do Brasil e do mundo

RSS Feed

outubro 28, 2021

© Rafaela Felicciano/Metrópoles

Forças de segurança identificaram 7 tentativas de invasão do STF


As forças de segurança do Distrito Federal contabilizaram cerca de sete tentativas de invasão ao Supremo Tribunal Federal (STF) durante as manifestações pró-Bolsonaro em Brasília (DF), na terça-feira (7/9).

As informações são da coluna Painel, do jornal Folha de S. Paulo. Chefes de corporações de segurança informaram ao veículo que a situação segue sendo monitorada. Durante a terça-feira, cerca de 400 mil pessoas participaram dos atos na Esplanada dos Ministérios.

A expectativa é de que os manifestantes façam mais um protesto na terça-feira (8/9). A Esplanada amanheceu com o trânsito bloqueado e, além das barreiras de trânsito nas vias, ainda há caminhões e barracas de manifestantes espalhadas pela região.

De acordo com a coluna Painel, ocorreram ao menos duas tentativas de invasão pelos muros que dão acesso à parte de trás do STF. Além disso, agentes constataram a derrubada das grades de proteção e ameaças de entrada no prédio pela acesso próximo ao Palácio do Itamaray.

Na noite de dia 6, data em que os apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) chegaram à Esplanada, um grupo pressionou a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), que acabou liberando a passagem para um desfile.

No entanto, os caminhoneiros descumpriram a promessa feita na negociação e estacionaram os veículos nas seis faixas do Eixo Monumental rumo à Praça dos Três Poderes.

Ao chegarem ao local, alguns arrancaram grades na rua anterior ao prédio do Congresso Nacional, mas foram controlados pela polícia e por outros participantes do ato, conforme mostrou o Metrópoles.

Ainda durante a noite, bolsonaristas continuaram tentando forçar a ida ao STF, entretanto, não tiveram êxito. O acampamento ficou limitado à altura do Congresso Nacional e do Palácio do Itamaraty.

Com informações do Metrópoles.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Mais posts de Brasil

E-mail: Jornal Liberdade,