Go to ...

Jornal Liberdade

Últimas notícias do Brasil e do mundo

RSS Feed

junho 25, 2021

© Gustavo Azeredo

Filhote de cachorro cai em bueiro em Nova Iguaçu e bombeiros usam até mãe no resgate


Uma equipe do Corpo de Bombeiros realiza a cerca de cinco horas uma operação de resgate de um filhote de cachorro que caiu em um bueiro na rua São Paulo, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense do Rio. Até a mãe do cãozinho auxilia os militares na ação.

Amarrada com um cordão de segurança, a cadela foi até o subsolo com outro bombeiro, na tentativa de atrair o filhote para a saída. Os militares usam também um celular para reproduzir o som de um cão chorando e latindo para o mesmo objetivo.

Por volta de 5h30, quando cheguei aqui na empresa, pediram para eu ajudar a resgatar o animal. Como percebi que não ia conseguir sozinho, chamei o Corpo de Bombeiros. è um filhote, está muito assuatado e quando ele vê a gente na galeria, corre para outra saída. São várias manilhas aqui dentro contou o motorista André de Souza, que trabalha próximo ao local do acidente.

Uma equipe do Corpo de Bombeiros realiza uma operação de resgate de um filhote de cachorro que caiu em um bueiro em Nova Iguaçu. Os militares usam um celular para reproduzir o som de um cão chorando e latindo na tentativa de atrair o animal para a saída. https://t.co/2L7m6LENt5 pic.twitter.com/SlumxzEMlH

Cratera na Rua São Paulo, em Nova Iguaçu

Cratera na Rua São Paulo, em Nova Iguaçu ( Foto: Gustavo Azeredo)

Segundo moradores, a rua é cheia de buracos. Alguns deles são grandes o suficiente para que um carro caia dentro. Equipes de manutenção realizam obras de um lado da via para fechar as crateras, mas no outro, onde aconteceu o acidente com o cão, os moradores e, até os animais, convivem com o perigo.

Extra.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Mais posts de Brasil

E-mail: Jornal Liberdade,