Go to ...

Jornal Liberdade

Últimas notícias do Brasil e do mundo

RSS Feed

NOTÍCIAS DE ÚLTIMA HORA

CÂMBIO: Dólar Comercial R$ 5,55 / Euro R$ 6,45

setembro 28, 2020

Myke Sena/Especial para o Metrópoles

Em menos de 24h, dois motoristas de app do DF são assassinados


Em menos de 24 horas, dois motoristas de transporte por aplicativo do Distrito Federal foram encontrados mortos. A primeira ocorrência registrada no domingo (09/02) foi a do corpo de um condutor de 27 anos encontrado no Setor Habitacional Sol Nascente, em Ceilândia, com um tiro na cabeça. Durante a noite, houve outro caso: o do sargento reformado da Polícia Militar do DF Ângelo Sebastião de Ávila, 71.

Segundo o Centro de Operações da PM, por volta das 10h20, chegou a informação de que o sargento foi localizado sem vida com perfurações de arma branca pelo corpo entre o Parque Marajó, em Valparaíso (GO) e Alphaville, em Cristalina (GO), no Entorno do DF.

Os indícios apontam que ele havia iniciado uma corrida no Terminal Rodoviário de Sobradinho por um aplicativo em que exercia a função de motorista, com destino ao Parque Marajó. O caso é investigado pela 30ª Delegacia de Polícia (São Sebastião).

Até a última atualização desta matéria, o veículo de Ângelo não havia sido localizado. É a quarta morte de motoristas de app do DF apenas em 2020.

Antes mesmo da notícia da morte de Ângelo, condutores que prestam serviços para aplicativos haviam marcado, para a manhã desta segunda-feira (10/02), um protesto para cobrar mais segurança para a categoria devido à morte de um colega.

Túlio Russel César

Durante a manhã, o Corpo de Bombeiros informou a morte de Túlio Russel César, na estrada Vicinal (VC-311) do Setor de Chácaras, no Sol Nascente. Inicialmente, a solicitação foi feita com relato de que, no local indicado, haveria uma pessoa que teria sido agredida e estaria desacordada. Porém, assim que a equipe do Corpo de Bombeiros Militar (CBMDF) chegou ao endereço, verificou que a vítima havia sido atingida por um tiro na cabeça e estava morta.

Segundo informações do delegado-adjunto da 23ª DP, Maurício Iacozzili, o crime está sendo tratado como latrocínio. O celular da vítima foi levado pelos bandidos. O corpo estava caído ao lado do veículo dele, um Fiat Argo prata.

O caso chegou até o conhecimento da polícia após a esposa da vítima denunciar que acompanhava a localização do marido em tempo real e estranhou que ele estava parado há cerca de duas horas no Sol Nascente.

“A companheira do motorista chegou por volta das 5h na 24ª Delegacia de Polícia (Setor O) e comunicou o desaparecimento. Os agentes diligenciaram o local indicado e encontraram o corpo da vítima”, disse o delegado.

A PCDF também solicitou informações das empresas que Túlio trabalhava como motorista por aplicativo para traçar o último trajeto feito pelo motorista.

“Já enviamos ofício tanto para o Uber e para o 99 Táxi, os aplicativos que ele prestava serviço, para saber onde foi feita a última chamada e corrida da vítima. Com isso, depois podemos buscar imagens de câmeras e outras provas que possam ajudar a elucidar o caso.

Outros casos

Em 18 de janeiro, o motorista de aplicativo Aldenys da Silva, 29, foi encontrado morto. Ele estava desaparecido desde 3 de janeiro. O corpo estava às margens da BR-070, na entrada de Brazlândia.

Três dias depois de Aldenys ser achado morto, o corpo de outro motorista de aplicativo foi encontrado no DF: Maurício Cuquejo Sodré. Três homens foram presos pelo crime e um adolescente, apreendido.

Segundo as investigações, a vítima foi chamada para uma corrida na Granja do Torto. Dentro do carro, os criminosos ameaçaram e deram uma facada em Maurício. O rapaz foi colocado ferido no porta-malas.

As informações são do Metrópoles.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais posts de Brasil

E-mail: Carlos Lira,