© Reprodução

Cadela Pandora é localizada 45 dias após sumir em aeroporto de São Paulo


Reinaldo Junior não desistiu. Por um mês e meio lutou para localizar Pandora, sua cadela desaparecida durante uma conexão no aeroporto de Guarulhos, na Grande SP. Neste domingo (30), ela voltou para casa.

Anúncios

O reencontro foi anunciado pelas redes.

Segundo a publicação, ela foi encontrada dentro da área do aeroporto.

“Perseverança foi a força que nos moveu durante todo esse tempo, nunca perdemos a fé a a esperança de que encontraríamos a Pandora e, por isso, não desistimos!”, diz o tutor em uma publicação.

“Não tem muito o que falar, não. Acharam ela”, afirma Reinaldo em vídeo.

A legenda diz que Pandora está bem, mas debilitada pelo tempo que passou sem alimentação.
Agora, ela passará por consulta veterinária.

Pandora ia do Recife para Navegantes (SC) quando escapou da caixa de transporte obrigatória para esse tipo de viagem e desapareceu durante conexão de voo da Gol, em 15 de dezembro.

Nesse período, o tutor fez mobilizações nas redes sociais e contou com apoio jurídico e de grupos em busca de sua filha, como chama Pandora.

Quando o desaparecimento completou um mês, manifestantes realizaram um ato no aeroporto, para reivindicar uma resposta para o caso.

Um vídeo obtido por Reinaldo mostrou a cadela correndo pelo terminal de cargas, diante de funcionários. No começo de janeiro, a Justiça determinou que a empresa aérea mantivesse as buscas e estadia do tutor na região de Guarulhos.

Na ocasião, a Gol informou que nunca deixou de prestar assistência e que lamentava o incidente. Afirmou, ainda, que, após o caso, adotou uma série de medidas na tentativa de encontrar Pandora.

As informações são do Folhapress