© Reprodução/OAB-GO

Advogada grávida de gêmeas morre com suspeita de dengue; bebês também morrem


A advogada Nathany Sanches Batista, de 33 anos, e as gêmeas que ela estava gestando, Isabela e Gabriela, morreram após uma internação em hospital de Goiânia. Moradora de Silvânia, no sudeste de Goiás, ela era presidente da Comissão da Mulher Advogada na subseção da cidade da Ordem dos Adgvogados do Brasil (OAB).

Nathany morreu na sexta-feira (6). Segundo as primeiras informações, ela estava com suspeita de dengue e teve que ser internada às pressas. De acordo com informações da OAB em Silvânia, também há suspeita de um quadro de infecção.

O g1 entrou em contato com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Silvânia por mensagem às 9h42 desta segunda-feira (9), por e-mail às 10h08 e aguarda retorno sobre o caso. A reportagem também fez ligações neste intervaço de tempo, mas nenhuma delas foi atendida.

A OAB-GO publicou uma mensagem de luto pela morte da advogada. A nota manifestou “condolências pela morte da colega e estimada advogada, rogando a Deus que possa prover o conforto à família e amigos neste momento tão difícil”.

Nas redes sociais, o marido de Nathany, Anderson Gonçalves Teixeira, publicou imagens e mensagens expressando a dor pela perda da esposa e das filhas.

As informações são do Folhapress