Go to ...

Jornal Liberdade

Últimas notícias do Brasil e do mundo

RSS Feed

NOTÍCIAS DE ÚLTIMA HORA

Câmbio: Dólar R$ 4,072 – Euro R$ 4,804

setembro 21, 2018

Zilmara de Sena Cavalcante e Francisco Jean de Sena Rosa

© Divulgação/Polícia Civil

Polícia Civil prende casal de irmãos acusado de tráfico de drogas no litoral do Piauí


Equipe de policiais civis coordenada pelo delegado Eduardo Aquino,  fazia monitoramento na quarta-feira(12/09) em locais investigados como pontos de vendas de drogas. E por volta das 19hs, os policiais investigavam uma casa localizada à rua José Lourenço, bairro Alto Bonito, em Luis Correia, quando perceberam um veículo usado como táxi estacionar em frente ao local investigado.

 

 

Neste momento, um casal desce do carro e entra na casa. A porta do imóvel fica fechada e a policia resolve abordar o veículo suspeito. Ao abrir o bagageiro, os policiais encontraram uma mala verde com 03 pacotes de uma substância análoga ao crack, que estavam camuflados com péssimas de roupas do sexo feminino.

Em consequência do achado, o taxista recebeu a ordem de prisão juntamente com o casal. Uma outra pessoa que estava na casa também foi encaminhada à central de flagrantes para os procedimentos de praxe.

O casal de irmãos foi identificado como Francisco Jean de Sena Rosa, 33 anos, natural de Teresina e morador do Residencial Dunas em Parnaíba. e sua irmã Zilmara de Sena Cavalcante, de 31 anos, natural de Teresina, com residência no bairro São Joaquim na capital.

Zilmara contou ao delegado que saiu da rodoviária de Teresina às 14hs(12/09), transportando 03 tabletes de crack. E ao chegar na rodoviária de Parnaíba ligou para seu irmão Jean. Contratou uma corrida de táxi até a cidade de Luis Correia para entregar a droga, sem conhecer o destinatário.

Francisco Jean alegou que foi para rodoviária às 18hs esperar sua irmã. Que não sabia que ela transportava droga para Luís Correia. Também não conhecia o taxista.

O delegado Eduardo Aquino investigou a vida pregressa de Francisco Jean e constatou que havia um mandado de prisão em aberto contra ele. Foi preso outras 03 vezes e processado pelas Varas Criminais da capital no crime de tráfico de drogas.

Na central, ele disse que havia sido preso por receptação. O taxista prestou depoimento e foi liberado.

O casal foi autuado nos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico. 

Da redação, com informações do Portal do Catita.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais posts de Polícia

E-mail: Jornal Liberdade,