Go to ...

Jornal Liberdade

Últimas notícias do Brasil e do mundo

RSS Feed

NOTÍCIAS DE ÚLTIMA HORA

Câmbio: Dólar R$ 4,072 – Euro R$ 4,804

setembro 21, 2018

© Reprodução

Disputa entre ambulantes pode ser causa de mortes em rodoviária do DF


Pâmela Vieira tentava desesperadamente passar pelo cordão de isolamento improvisado pela polícia. Grávida, gritava aos prantos o nome do marido. Foi barrada pela Polícia Civil. No chão sujo da Rodoviária do Entorno, na Esplanada dos Ministérios, Pâmela via o corpo baleado de Welington Rodrigues da Silva, de 22 anos. A menos de dez metros dali, reconheceu ainda o corpo da mãe do jovem, Maria Célia.

JGAURORA A5 Impressora 3D de tamanho grande para impressão Qualidade e desempenho redefinidos

Próximo dali, no Hospital de Base de Brasília, a segunda filha de Maria Célia, a garota Kerolym Ketlen Rodrigues, de 19 anos, baleada no abdome, passava por uma cirurgia. Quando Pâmela chegou, os corpos de Maria Célia e do filho já estavam no chão havia mais de duas horas.

Mãe e filho eram ambulantes na Rodoviária do Entorno de Brasília desde 2014, quando este anexo da rodoviária central do DF foi inaugurado. Ali dividiam espaço com mais 1,4 mil ambulantes que, todos os dias, tentam vender de tudo na porta de entrada da capital federal.

Como todos, Maria Célia e Welington Rodrigues trabalhavam em situação completamente irregular. Para vender suas coisas, disputavam os melhores pontos da rodoviária. Na semana passada, essa disputa clandestina por espaço acabou em uma confusão com outros dois ambulantes. Relatos dão conta de que o caso terminou em promessas de vingança.

A situação foi parar na polícia. Maria Célia e Welington Rodrigues registraram ocorrência na 5ª Delegacia de Polícia, na área central de Brasília, por lesão corporal e ameaça. Duas pessoas foram presas e posteriormente liberadas.

Nesta quarta-feira, 4, por volta das 14h40, um homem se aproximou de mãe e filho e sacou a arma. Welington Rodrigues da Silva deixa a mulher, grávida de 8 meses, e mais uma filha, de 2 anos. Da redação, com informações do Estadão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais posts de Polícia

E-mail: Jornal Liberdade,