Go to ...

Jornal Liberdade

Últimas notícias do Brasil e do mundo

RSS Feed

NOTÍCIAS DE ÚLTIMA HORA

Câmbio: Dólar R$ 3,901 – Euro R$ 4,432

agosto 16, 2018

© Reprodução

MPPI acompanha retomada de obras na Ponte Simplício Dias em Parnaíba (PI)


O atraso na reforma da Ponte Simplício Dias tem causado transtornos à população e confusão no trânsito no Centro de Parnaíba. A empresa responsável pelo projeto paralisou a obra no final do mês de abril, após três meses sem receber repasses do Governo do Estado. Já no final do mês de julho, foi anunciada a normalização do pagamento e o retorno das atividades.

Reconhecimento de impressões digitais do Xiaomi Mi Notebook Pro – DEEP GREY CORE I7 16 GB + 256 GB – R $ 4.226,04 Desconto: 20% / Promoção válida enquanto durarem os estoques

Para conferir de perto o andamento da reforma, o Ministério Público do Piauí – MPPI, através do promotor Cristiano Peixoto, titular da 2ª Promotoria de Justiça de Parnaíba, esteve visitando a obra com intuito de verificar a presença de trabalhadores no local. Em audiência com o engenheiro responsável, o promotor foi informado pelo mesmo sobre a normalização dos serviços.

A reforma da ponte é executada com recursos do Tesouro Estadual e é orçada em R$: 4.841.224,24. A obra se iniciou em agosto de 2017 e o prazo de conclusão era de 240 dias. “Contudo, devido aos atrasos no cronograma, a estimativa repassada pela construtora RM Estrutura e Pavimentação LTDA é de que a obra seja entregue no mês de dezembro”, disse o promotor.

Com o objetivo de garantir o cumprimento deste prazo, também foi levantada pelo promotor a possibilidade de que venha a ser firmado um Termo de Ajuste de Conduta com a empresa. Ainda de acordo com Cristiano Peixoto, para tanto, a construtora ficou de apresentar um novo cronograma com a readequação do prazo do projeto dentro dos próximos 15 dias.

Da redação, com informações de Daniel Saturnino do portal costa norte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais posts de Brasil

E-mail: Jornal Liberdade,